Hotsale: 10 dicas imperdíveis para vender melhor por email marketing

10 consejos imperdibles para vender mejor por email marketing

This content is also available in: Español

Hotsale: 10 dicas imperdíveis para vender melhor por email marketing

O Hotsale é daqueles períodos do ano excelentes para as vendas, mas também é um dos mais desafiadores, já que a concorrência aumenta e os consumidores esperam sempre receber as melhores ofertas.

O e-mail marketing é o canal de marketing digital que traz o maior retorno sobre investimento (ROI) e, por isso, cada vez mais empresas estão buscando adotar o seu uso. Um estudo da QuestionPro apontou que 22,4% das empresas na América Latina dizem que pretendem fazer investimentos em ferramentas de email marketing, o que vai aumentar ainda mais a concorrência por atenção neste canal.

Então, o que fazer para se destacar e vender mais e melhor no Hotsale através do e-mail marketing?

 

Aqui vão 10 dicas para melhorar suas vendas no e-mail marketing para o HotSale

01 – E-mails de conteúdo educam a base e aumentam o ticket médio

Newsletters representam cerca de 20% do total de e-mails enviados na américa latina. É hora de aproveitar todo o potencial desses emails.

Não é difícil encontrar gestores de marketing digital que dizem que newsletters são desperdício de budget no email marketing, por serem apenas “e-mails de notícias”. Mas esta não é uma verdade.

Os e-mails de conteúdo podem ser utilizados para educar a base de assinantes e aumentar o ticket médio das vendas realizadas. Por exemplo: um website que vende vinhos pode utilizar as suas newsletters para falar de determinadas características que um conhecedor de vinhos precisa saber para apreciar melhor a sua experiência ao degustar. Em cada e-mail, ele aproveita para sugerir a aquisição de um determinado rótulo de vinho (que possua as características que citou naquele email), com a justificativa de que isso permitirá ao destinatário compreender melhor os conceitos apresentados. O destinatário, portanto, poderá comprar esse vinho (com um ticket médio superior ao que normalmente compra, constituindo uma estratégia de upselling) em razão da sugestão que foi dada e do seu interesse em conhecer melhor o que consome.

À medida que novos emails (e vídeos e outros conteúdos) são levados até a sua base de assinantes, o comportamento de compra dos seus clientes fica mais crítico. Assim, produtos básicos já não satisfazem mais os desejos desses consumidores, que optarão pela compra de produtos de qualidade e preço superiores.

Invista na produção de newsletters com função educacional para a sua base. Comece já a melhorar os resultados de vendas da sua hotsale!

 

02 – Envie “mais e-mails para menos e-mails”.

Trata-se de uma técnica que vem sendo bastante utilizada: a produção de mais campanhas de e-mail marketing para um número menor de destinatários. Em outras palavras, aumentar o número de segmentos de clientes.

Com volumes menores de destinatários é possível realizar ofertas mais focadas e com melhores vantagens para o consumidor. Desta maneira é possível aumentar consideravelmente as taxas de abertura dos e-mails e as taxas de conversão (pois as ofertas estarão mais bem direcionadas).

A maior quantidade de campanhas também poderá ajudar na sua entregabilidade. Explicamos: seus envios contarão com conteúdos diversificados, enviados para grupos menores de endereços de e-mails. Os provedores preferem este tipo de comportamento. Suas taxas de bloqueio (por causa de volume) podem ser reduzidas.

 

03 – Ofereça ofertas relevantes. Foco!

Ofertas iguais para todos os seus assinantes de e-mail marketing não vai ajudar nas suas vendas. Seus clientes possuem diferentes desejos e comportamentos de compra. Procure identificar essas tendências, separe esses destinatários em segmentos e construa e-mails com ofertas diferentes e direcionadas.

Não adianta oferecer a melhor ração para cães para quem só tem gatos em casa, não é verdade? Adote o costume de manter o cliente no centro das suas ofertas.

 

04 – Call-to-action deve sempre estar claro e aparente

Pode parecer óbvio, mas não é difícil receber e-mails onde o call-to-action é difícil de ser encontrado ou não aparece no email por problemas de carregamento.

Lembre-se de que o e-mail ocupa apenas uma pequena parte da tela do destinatário, mesmo utilizando um desktop. É preciso otimizar a leitura.

Faça um call to action facilmente acionável (botão em css), com bom tamanho (inclusive para dispositivos móveis) e, preferencialmente, que fique posicionado antes da quebra de página. Se você tiver outros produtos com call-to-action que vão ficar depois da quebra de página, lembre de dar prioridade aos produtos mais importantes no início da mensagem.

 

05 – Evite os e-mails com dezenas de ofertas diferentes

Humanos tem dificuldade em fazer escolhas. Não torne esse processo ainda mais difícil no seu e-mail marketing, pois será mais fácil desistir da leitura e fechar o navegador. Ao contrário, nós devemos facilitar a leitura e a escolha do destinatário.

Por isso, e-mails que possuem vários produtos diferentes, com vários preços e condições costumam trazer dificuldades de conversão e dispersam a atenção do destinatário.

O mais interessante é fazer com que os seus emails tenham as seguintes características:

  • Uma oferta “master”, com total destaque no topo do email e que será também a isca para incentivar a abertura do e-mail;
  • Itens do mesmo tipo de categoria poderão ser apresentados em seguida;
  • Se mais categorias forem apresentadas, evitar grandes discrepâncias. Por exemplo, ofertas de smartphones e camisetas. Procure categorias que possuam conexões.

 

06 – Cruzar as suas redes sociais pode ajudar

Como já ensinamos para quem quer aumentar a sua lista de assinantes, nem todos que são seus seguidores no Facebook, Twitter e demais redes sociais estão, necessariamente, cadastrados para receber os seus e-mails.

Você pode aproveitar o seu alcance nas redes sociais para aumentar sua lista de assinantes e conseguir mais conversões através de e-mails exclusivos. Um post no facebook, falando de um desconto especial de hotsale que será disponibilizado somente por emails pode trazer excelentes resultados.

 

07 – E-mails de boas vindas tem altas taxas de aberturas. Aproveite.

Pesquisas sobre os “Welcome emails” (e-mails de boas-vindas, enviados quando um visitante se inscreve para receber seus emails) dizem que este tipo de mensagem tem até 41% mais aberturas que outros tipos de e-mails. Pessoas que leem esses emails são mais propensas a ler as mensagens subsequentes. Isso quer dizer que são mais receptivas às suas comunicações.

Aproveite o seu primeiro contato com os assinantes para oferecer vantagens como cupons de descontos e incentivar compras por impulso, já que 30% das pessoas expostas a uma campanhas de e-mail marketing foi realizar instantaneamente uma compra online (Magill Report).

 

08 – Se for o caso, faça uso de um preference center

Você sabe o que é um centro de preferências? Quando um visitante se torna um lead e assinante do seu e-mail marketing, é possível perguntar quais são os tipos de conteúdos do interesse desse assinante.

O preference center é um excelente recurso para lojas de departamentos, veículos de notícias e outros negócios que possuem muitas opções de produtos ou conteúdos. Assim, já será possível saber que tipo de conteúdo poderá ser enviado para um assinante, evitando o envio de e-mails despropositados ou inoportunos.

 

09 – Use gatilhos emocionais. Personalize o conteúdo.

O Marketing Emocional estimula o consumo ligando o produto e/ou serviço à autoestima, relacionamento, infância e sentimentos pessoais do consumidor. Isso gera um sentimento de familiarização e faz com que o cliente se sinta acolhido por algo, que faz com que a emoção fale mais alto que a razão.

Podemos mobilizar as pessoas, seus sentimentos, seus valores e suas emoções, tendo como objetivo a criação de atitudes e ações favoráveis a um determinado produto. Enquanto o seu marketing for sobre produtos e serviços, você estará apenas na metade do caminho necessário. Marketing de resultados fala sobre experiências!

Quando ativamos os gatilhos emocionais de um consumidor, possibilitamos que determinadas barreiras do consumo sejam ultrapassadas, como a mera análise comparativa de preços. A partir daí, o consumo passar a atuar na área do desejo.

Os melhores momentos para utilizar os gatilhos emocionais em um email marketing:

  • Linha de assunto (subject), para promover a abertura.
  • Call-to-action, para incentivar o clique.

 

10 – Respeite as leis de proteção de dados do seu país

Todos nós sabemos que a geração de leads é muito importante para o email marketing e as vendas em geral. Por isso é comum que muitas práticas pouco amigáveis sejam adotadas, como a compra de bases na Internet. Além de desrespeitoso, vai contra uma série de leis de proteção de dados (se ainda não conhece as leis de proteção de dados no seu país, procure saber).

O email marketing é, antes de tudo, uma estratégia de marketing de permissão. Diante da permissão, o relacionamento prossegue e, a partir daí, com uma boa estratégia, é que será possível despertar o desejo dessas pessoas e realizar vendas. Ganhe o interesse das pessoas ao invés de “comprá-las”.

Seja sempre claro em sua comunicação. Faça com que a permissão de uso dos dados seja sempre clara e inequívoca.

 

Share this post