email inválido: o vilão de 2020 será o de 2021?

Pesquisa qualidade emails no Brasil

Email inválido: o vilão de 2020 será o de 2021?

Emails inválidos, spamtraps, temporários, como as listas de email se comportaram ano passado? Ano em que o relacionamento com clientes, mais do que nunca aconteceu no virtual.

A pesquisa Qualidade das bases de e-mails no Brasil 2020, está saindo do forno. Analisamos uma base de mais de 300 milhões de e-mails.

E, durante o Email marketing Summit ,que começa dia 26 de abril agora, você vai conhecer as estratégias vencedoras e ainda ter acesso ao lançamento da pesquisa. Quer receber a pesquisa em primeira mão? Inscreva-se no evento!

 

 

Que informações essa pesquisa vai trazer?

Esse documento é um retrato bem completo da movimentação de listas de emails, distribuição de emails válidos, inválidos, de risco. E forma também um panorama geral da validação de e-mails em formulários: sobretudo erros mais comuns, comparativos entre 25 categorias, nos 12 meses do ano de 2020.

E desce aos detalhes de cada indústria, especificamente.

Por exemplo, as academias de ginástica, em 2019, apresentavam alto índice de emails inválidos. Em 2020, com vários períodos de fechamento e a missão de manter os clientes, mesmo sem conseguir prover o serviço, como foi o relacionamento?

A pesquisa engloba também turismo, hotelaria, varejo, consultorias de negócios, E-commerce, finanças.

 

Como a pesquisa vai ajudar na minha estratégia de email?

De diferentes maneiras.

Primeiramente, mais importante delas é entender se a preparação das suas campanhas está alinhada com as exigências dos provedores. As listas que não passam pela verificação de e-mail através de um validador de email repetem muitos erros que poderiam ser evitados. E esses erros acabam baixando a classificação das empresas que enviam email marketing.. 

Ou seja, campanhas podem ser completamente barradas ou irem parar no spam. Esses resultados comprometem estratégias que foram muito bem pensadas. Houve investimento pesado de marketing, mas que falharam na entrega.

Quer ter uma ideia como esses problemas afetaram as empresas em 2019. Baixe a pesquisa do ano passado.

Enquanto a pesquisa não chega, veja aqui o depoimento de quem resolveu validar as suas listas pela nossa ferramenta de verificação de e-mail.

Agora, outro fator fundamental é definir como as suas listas vão amadurecer em 2021. Diziam que o email marketing estava esquecido. Porém, foi ele quem salvou e salva muitas empresas em tempos de pandemia. E, lembrando que, antes de mais nada, é o melhor ROI em relação a outras ferramentas. Portanto, não dá para não colocar esse elemento em destaque no planejamento de marketing e vendas.

O país registrou um aumento médio de 400% no número de lojas que aderiram ao comércio eletrônico, durante o período de quarentena. Bem como, 11 milhões de pessoas fizeram sua primeira compra online, nesse mesmo período. Isso, segundo o levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico.

E como sair na frente em 2021?

A Ebit|Nielsen prevê que as vendas online cresçam 26%, com um faturamento de R$110 bilhões, este ano.

Ótimo cenário, não é?

E, com as orientações da pesquisa em mãos, você vai ser ainda mais assertivo.

A gente sabe que gerar um lead é um esforço fenomenal, sempre.

E dói muito perder mais de 20% deles (essa é a média) por erros no preenchimento de formulários…

Então, se liga na pesquisa!

Mais?

Spamtraps: e-mails armadilha para detectar quem compra ou rastreia bases de e-mails. Conheça mais sobre eles neste post;

Scraped e-mails: e-mails corporativos que podem ser oriundos de métodos de ataques de dicionário – maiores informações neste artigo.

Temporários (descartáveis / disposable): e-mails com período curto de existência. Saiba mais sobre eles, clicando aqui.

 

Share this post